Voratte | Cursos de Compras online

Curva ABC: o método de classificação de informação para aplicar Strategic Sourcing

Dentro de um processo de compras temos muitas informações e dados para tomarmos uma decisão, certo? Para definirmos uma onda de negociação -ou até para saber qual categoria iremos priorizar -, é preciso saber a melhor maneira de identificar quais devemos atacar primeiro.

Como você faz a sua escolha? Uni Duni Tê? Espero que não!!!

Nos meus processos de negociação, como você já sabe, utilizo a metodologia Strategic Sourcing. Com ela aprendi a utilizar a Curva ABC para demonstrar qual é a melhor forma de priorizar meus dados e informações.

Mas o que é a Curva ABC?

É um método de classificação de informações que separa os itens de maior importância ou impacto, os quais são normalmente em menor número. Eu gosto de dividir a curva da seguinte forma:

– Curva A: representa 70% dos gastos (valor) ou quantidade;

– Curva B: representa 20% dos gastos (valor) ou quantidade; e

– Curva C: representa 10% dos gastos (valor) ou quantidade.

O percentual das curvas pode variar de acordo com a necessidade de cada projeto. Portanto, use como um parâmetro para nortear seu projeto ou necessidade.

Curva ABC em prática

Há alguns dias, em conversa com um participante do meu grupo de Master Mind, falamos sobre esses percentuais. Em como ele poderia fazer para definir dentro de uma determinada categoria, quais itens deveriam ser priorizados e como ele poderia fazer isto de uma forma estruturada.

Ele me explicou que a categoria tinha cerca de 5.000 itens. Fizemos uma análise nesta base e identificamos que apenas 128 itens eram responsáveis por 70% do valor. Consideramos estes itens a “Curva A”. 556 itens eram responsáveis por mais 20% dos valores. Então, os classificamos como “Curva B” e os demais itens, 4.316, marcamos na planilha como “Curva C”.

Desenhamos um plano para ele montar uma estratégia para os itens das curvas A e B. Ao invés de ele ter que pensar e produzir análises para 5.000 itens, o foco foi direcionado para apenas 684. Ao mesmo tempo, ele me explicou que alguns itens da “Curva C” eram considerados estratégicos e, por isso, ele precisaria colocá-los no estudo.

Os 684 itens representavam apenas 14% do total, em termos de quantidade, mas representavam 90% do valor envolvido na compra. Isto o possibilitou focar nos itens mais estratégicos, melhorando a acuracidade e análise de dados dos itens das curvas A e B.

Se quer melhorar a precisão de informações e dados, comece a pensar em usar a Curva ABC. tenho certeza que ela irá ajudar muito em seus resultados.

 

Um grande abraço.

Renato Honorato

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Power BI para Compradores

Como calcular seus Savings

GESTÃO DE CONTRATOS

GESTÃO TRIBUTÁRIA PARA NEGOCIAÇÕES EM COMPRAS

GESTÃO DE SUPRIMENTOS

GESTÃO DE FORNECEDORES - SRM

GESTÃO DE COMPRAS

STRATEGIC SOURCING PRO

TÉCNICAS DA NEGOCIAÇÃO ESTRATÉGICA

ELEMENTOS DO CUSTO

STRATEGIC SOURCING Online

Artigos do Blog

Na Vorätte só pensamos em Compras

Contato

Cursos on-line ao vivo e para as empresas Curso In Company para sua equipe de compras.